Sábado, 2 de Maio de 2009

Fim da linha

 

        Um novo mundo por explorar.

        Sem emoções, porque já não sinto. A doença de sentir foi demasiado pegajosa, e vejo-me obrigada a afastar tudo entre drogas e renúncias…

        Já não sei…já não tenho prazer…já não sinto…

        Mudei de nome, e chamo-me apatia.

        Estou mas é como se não estivesse, e se não estivesse ninguém dava pela minha falta.

        Vou mas é como se ficasse…caminho mas é como se parasse…

        Ouço, mas não absorvo…vejo mas nem dou conta…

 

        Se me perguntam como estou não sei responder…

        Se me perguntam onde quero ir não sei dizer…

 

        Só restou a mágoa…a mágoa de ainda me poderem magoar, a mágoa de me sentir magoada pelo passado e pelo presente de não sentir…

        Nunca mais rebolei por campos verdejantes de sensações, nem delirei de prazer em imaginações perdidas pela tarde fora…nunca mais pintei aguarelas de fantasias, não tenho sonhos, não existem magias nem poções mágicas de fazer a vida brilhar…

        Perdi. Perdi esta batalha.

 

        Dou-me por vencida e peço misericórdia porque já não tenho mesmo mais força, nem sequer vontade.

        Sou o tiro da linha final do Equador. Sem jeito nem a propósito.

 

 

        Não quero saber de movimentos, nem de harmonias, nem de saberes e alegrias…não tenho ânsia do êxtase, nem que ninguém me deseje.

        Tanto me importa se bem ou mal olhada…se estou bonita ou rasgada, se durmo ou estou acordada.

        Só sei que não quero ser perturbada.

        Deixei de ver bem e tirei a camuflagem, deixei a espionagem de sensações transeuntes nos passeios que percorro.

 

 

 


publicado por Rute às 19:22
link do post | favorito
De Manefta a 25 de Maio de 2009 às 22:48
Apetece-me mais :) não pares de escrever.
Um beijo


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.Me, Myself & I


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Pesquisar neste blog

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Thoughts

. Fim da linha

. Fantoches

. Tempo

. Cartas

. Despida

. Espelhos

. Encantamento

. A caminho

. Monstros

. Nós

. Durante a madrugada

. Ao outro dia

. Rever

. Acordar de Novo

. Madeira e Carmim

. Perturbações

. Memórias Recentes

. Sede

. Recordações num pedaço de...

. De novo, cansa

. Sentimentos, confusão e l...

. Frenesim

. Espasmos

. Momentos de Amarras

. Brisa

. Palavras

. Nasci de novo

. Uma vasta e densa forma d...

. Strings

. Uma e Só

. Esgrima

. The taste of "Something i...

. Purpúra

. Corpo

. Sarilhos

. Quando...

. Quando se começa a perder...

. Quando se começa a perder

. Extase

. Aflição

. Estagnação

.Thought Moments

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds